Estamos em tempos onde a nossa relação com a comida está desgastada.

Tempos de transtornos alimentares e todos os seus impactos negativos para a saúde.

Você conhece alguém que já tentou emagrecer, ou aderir a uma dieta mais saudável, sem sucesso? Conscientemente, a pessoa sabe que sua saúde não vai bem e que seus hábitos são nocivos à própria saúde.

O que impede essa mudança está na mente. A impossibilidade de fazer uma conexão com o momento do agora faz que as pessoas descarreguem muitas de suas frustrações no momento de comer.

Assim, não sentem o verdadeiro sabor da comida e ainda são mais propensas a escolher alimentos que não nutrem.

Então, a meditação e alimentação podem andar juntas em um processo de emagrecimento ou simples mudanças de hábitos? Uma escolha consciente dos alimentos também passa por adquirir uma nova perspectiva do ato de se alimentar.

Continue até o final da leitura para entender como meditação e alimentação aliadas podem beneficiar a sua saúde.

Como manter o foco na comida?

Em uma cultura de redes sociais, associamos o prazer e o foco em comer apenas a momentos especiais. Na verdade, essas sensações devem acompanhar todas as nossas refeições.

É cada vez mais incomum dedicar a atenção exclusiva à comida enquanto se alimenta. Repare nos momentos das refeições. A maior parte das pessoas é acompanhada por um celular, um televisor ou até um computador.

Há quem tenha o hábito de lanchar ou almoçar enquanto trabalha. Quando não é possível dedicar atenção completa para a refeição, a relação com a comida é muito prejudicada.

Aí, a pessoa sente necessidade emocional de comer muito mais do que precisa e alimentos que não cumprem a função de nutrir. O cérebro foca em satisfazer suas vontades imediatas, como o prazer em consumir opções industrializadas.

Quando falamos em comer com prazer não significa satisfazer o paladar sem preocupação em nutrir o corpo. Mas, sim, significa colocar toda a atenção no sabor do alimento.

Este é um bom caminho para ressignificar a sua relação com a comida.

Leia também: Dieta mental: o poder dos pensamentos em nossa saúde

Como a meditação ajuda?

Criar uma rotina de meditação faz que a sua mente fique mais centrada no momento presente em diferentes situações do cotidiano. Inclusive, nos hábitos alimentares.

Cada vez mais nutricionistas e médicos reconhecem o poder da meditação para auxiliar os pacientes a manterem o foco em seus tratamentos.

Quando alguém se submete a uma nova rotina, como a de uma reeducação alimentar, pode ser uma mudança bastante desafiadora. Mas, para quem já tem o hábito de meditar, essa adaptação pode ser mais tranquila devido à mente focada nos benefícios que as mudanças trazem.

Eu espero que com este artigo você tenha compreendido a relação entre meditação e alimentação. Mude você também a sua relação com a comida!

Para quem deseja começar a meditar, criei o Programa 21 Dias de Meditação. Aqui no site, você encontra os primeiros cinco dias gratuitos para degustação.

Conheça agora: 21 Dias de Meditação.

Até a próxima!

Ebook Gratuito

Meditação e Autoconhecimento: Uma jornada para dentro de si

Dra. Bernadete Nonnenmacher

Aqui eu te ajudo a transformar a saúde do corpo, mente e criar uma nova realidade para uma vida mais leve! Você sabia que tudo o que você come, diz, faz, vê e sente afeta o seu equilíbrio?E muitas vezes é difícil lidar com tudo isso se mantendo saudável, positivo, com paz interior e feliz.Semanalmente eu escrevo aqui textos especiais para te auxiliar nessa missão de mudar as suas percepções para ter mais equilíbrio e assim bem-estar!
Fechar Menu
×

Carrinho

Open chat
1
Olá! 👋 Se tiver alguma dúvida, é só me chamar☺
Powered by